Segunda, 23 de outubro de 201723/10/2017
(83) 9 9684-1386
Céu limpo
20º
20º
35º
Sao Bento - PB
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,76
Auto Escola
INTERNACIONAL
Vídeo mostra desespero de criança ao ver a mãe tendo overdose em loja
O registro foi feito por funcionários da loja que chamaram uma equipe de emergência. Mandy foi rapidamente medicada e sobreviveu.
Redação São Bento - PB
Postada em 26/09/2016 ás 11h40 - atualizada em 24/01/2017 ás 21h51
Vídeo mostra desespero de criança ao ver a mãe tendo overdose em loja

Um vídeo filmado em uma loja de departamentos na cidade de Lawrence, no estado de Massachusetts, nos EUA, mostra o momento chocante em que uma garotinha de 2 anos se desespera ao lado do corpo da mãe, caído no corredor dos brinquedos. Identificada como Mandy McGowen, a mulher de 36 anos teria sofrido uma overdose pelo uso de drogas, segundo informou a polícia local.


O registro foi feito por funcionários da loja que chamaram uma equipe de emergência. Mandy foi rapidamente medicada e sobreviveu. O incidente ocorreu há cerca de uma semana.


"Corta o coração ver uma criança nesta situação. Vemos muitas passando por isso, um caso que mostra o poder do vício em drogas", declarou James Fitzpatrick, chefe do departamento de polícia de Lawrence. As informações são da "Boston Magazine".


Fitzpatrick informou que policiais encontraram drogas na bolsa de fraldas de Mandy, que mora na cidade de Salem, em New Hampshire. Ela deve ser processada pelo Estado pelo crime de "abuso infantil", de acordo com a legislação local.


A filha de Mandy foi levada em custódia pelo Departamento de Crianças e Famílias de Massachusetts (DCF), de acordo com comunicado emitido pela própria entidade.


Mandy se manifestou em entrevista a uma emissora de TV. À "WBZ-TV", contou que havia inalado um pouco de fentanil (um tipo de narcótico) e decidiu sair para comprar fraldas para a filha. Depois de tal decisão, não lembra de mais nada.


"Isso não deveria ter acontecido. Não quero isso para a minha filha, que ela me pegue pelas mãos e tente me reacordar. Não me julguem", declarou a mãe em entrevista, afirmando que agora pretende lutar de forma ainda mais dura contra seu vício para reaver a guarda da filha.


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Auto Escola: Fim de matéria
imprimir
2.131