Quinta, 24 de maio de 2018
83 9 96841386
Política

24/02/2018 ás 14h25

352

Redacao

São Bento / PB

Projeto de Lei do deputado Galego Souza estabelece regras para segurança nas áreas de perímetro escolar
De acordo com o projeto, o objetivo é garantir, através de ações sistemáticas e prenunciadas em Lei, a tranquilidade, segurança e a efetiva realização dos objetivos das instituições educacionais.
Projeto de Lei do deputado Galego Souza estabelece regras para segurança nas áreas de perímetro escolar
Deputado estadual Galego Souza./Foto: Reprodução

Um Projeto de Lei de autoria do deputado estadual Galego Souza (PP), estabelece como espaço prioritário da Segurança Pública do Estado, as áreas de perímetro escolar.


De acordo com o projeto, o objetivo é garantir, através de ações sistemáticas e prenunciadas em Lei, a tranquilidade, segurança e a efetiva realização dos objetivos das instituições educacionais.


Ainda segundo a proposta, a área em um raio de 100 metros contando a partir dos portões de entrada e saída das escolas, devem ser indicadas com placas afixadas nas proximidades, o governo, em parceria com as prefeituras deverão intensificar a fiscalização do comércio existente nessa área, providenciar a iluminação com luz de LED, pavimentação das ruas e manutenção das calçadas, poda das árvores e limpeza de terrenos, controle e eliminação de terrenos baldios ou imóveis abandonados e a instalação de faixa de pedestre, semáforos ou redutores de velocidade.


Para Galego Souza as medidas são necessárias já que com a implantação de áreas prioritárias de segurança pública, em especial o perímetro escolar, em caráter preventivo, haverá um maior controle e foco na proteção da comunidade escolar, assim como na proteção social combatendo a vulnerabilidade desse público.


“Esse projeto visa proteger os alunos e a comunidade escolar como um todo, já que estabelecendo essas medidas de segurança nós poderemos combater furtos, danos ao patrimônio e qualquer tipo de abordagem ilícita que possa levar esses jovens para caminhos pelos quais eles não devem seguir, como o tráfico de drogas, por exemplo” afirma o deputado.


Se aprovado na Assembleia, o projeto deve ser regulamentado em um prazo de 90 dias contados da data da publicação.

FONTE: ASCOM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados