Google Adsense Topo
Rio Grande do Norte

Padrasto acusado de matar criança de 5 anos de Jardim de Piranhas - RN, é solto em audiência de custódia 3 dias depois

O padrasto havia sido preso no sábado (14, dia em que o caso foi registrado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.O padrasto havia sido preso no sábado (14, dia em que o caso foi registrado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

19/12/2019 08h06
Por: Redação
Fonte: Agora RN

O homem suspeito de ter matado o próprio enteado envenenado, crime ocorrido na zona Sul de Natal neste último final de semana, foi posto em liberdade após audiência de custódia realizada nesta segunda (16). João Victor Soares de Brito tinha 5 anos.

O padrasto havia sido preso no sábado (14, dia em que o caso foi registrado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Segundo o delegado Ernani Leite, que conduziu o caso, o homem foi preso sob a acusação de homicídio qualificado. O crime aconteceu em Candelária, bairro da zona sul de Natal. Para o juiz responsável pela audiência de custódia, não houve elementos de flagrante que sustentassem a prisão do suspeito.

No entanto, o padrasto da criança será processado judicialmente e terá que cumprir uma série de medidas cautelares. Entre elas, a proibição de permanecer na casa da vítima e se ausentar de Natal por mais de 8 dias sem autorização da Justiça potiguar. Além disso, ele deverá manter distância mínima da mãe da criança.

O caso

De acordo com as investigações, a criança passou mal quando estava em casa acompanhada apenas do padrasto. Ela foi levada ao hospital, acompanhada da mãe, onde a equipe médica levantou a suspeita de envenenamento e sugeriu que a polícia fosse acionada.

Nós fomos até a casa, encontramos alguns objetos suspeitos e fizemos a prisão”, contou o delegado Ernani Leite.

Na residência onde moravam o padrasto, a mãe e a vítima, os agentes encontraram um copo com uma substância espumante.

Mais tarde, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) constatou a morte da criança por envenenamento, que ingeriu um raticida. O menino foi sepultado na manhã de segunda-feira (17,) em Jardim de Piranhas, região Seridó do estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias