Google Adsense Topo
OPERAÇÃO DEICOR

Polícia Civil prende acusado de explodir bancos e roubar carro-forte, em Parnamirim – RN; outro suspeito foi morto durante a ação policial

No momento em que os policiais davam cumprimento aos mandados, um dos suspeitos reagiu, e morreu após troca de tiros com a Polícia.

17/10/2019 11h55
Por: Redação
Fonte: Comunicação Social da Polícia Civil/RN
Armas e munições de diversos calibres foram apreendidas durante a Operação
Armas e munições de diversos calibres foram apreendidas durante a Operação

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, nesta quarta-feira 16 de outubro de 2019, uma operação com objetivo de prender assaltantes de carros-fortes, atuantes em vários estados do Nordeste brasileiro.

Após trabalho investigativo, foram identificadas duas residências na cidade de Parnamirim na região da Grande Natal, onde estariam escondidos alguns suspeitos, com parte do arsenal usado nas ações praticadas contra as empresas de transporte de valores, tendo como alvos carros-fortes.

No momento em que os policiais chegaram a uma dessas residências, um suspeito reagiu à abordagem, efetuando vários disparos contra os policiais civis, quando houve confronto. Na ocasião, Frankelin Fernandes Pereira, conhecido como "Galeguinho", 37 anos, foi ferido e socorrido, sendo levado ao Hospital Deoclécio Marques, porem não resistiu e foi a óbito.

Com o suspeito, foram encontrados uma pistola calibre .40 (uso restrito das forças policiais), com numeração suprimida, 47 munições do mesmo calibre intactas e 4 deflagradas, 172 munições calibre .30, 14 munições calibre .50, três rádios comunicadores, além de um veículo Honda Civic novo, 70 emulsões encartuchadas (explosivos), um rolo de cordel detonante e oito espoletas.

Após essa ação, os policiais diligenciaram no outro imóvel, também na cidade de Parnamirim, onde prenderam Sedson Fernandes Lima, conhecido como "Cedinho", 39 anos. Com ele, foram apreendidos: uma metralhadora de calibre .30, com 105 munições intactas de .50, dois veículos e várias placas de veículos.

Ambos são apontados nas investigações como especialistas em ataques a carros-fortes, tanto no estado do Rio Grande do Norte, quanto na Paraíba, Pernambuco, Ceará, Piauí e, recentemente, atuaram no estado do Maranhão. A última ação do grupo criminoso teria sido na sexta-feira (11), entre as cidades de Peritoró e Coroatá, localizadas no estado do Maranhão. Na oportunidade, eles explodiram o carro-forte da empresa Prosegur, havendo intensa troca de tiros, inclusive com a presença do helicóptero da polícia. Os suspeitos fugiram sem subtrair numerário financeiro.

Segundo informações prestadas por Sedson Fernandes, o grupo, que seria formado por alguns maranhenses e bolivianos, estava planejando uma ação no estado do Rio Grande do Norte e também na Paraíba, razão pela qual o fuzil .30 e a grande quantidade de explosivos estavam sendo guardados na cidade de Parnamirim, por Frankelin Fernandes.

Sedson Fernandes Lima foi autuado em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e de munições de uso restrito, posse ilegal de artefato explosivo, receptação, uso de documento falso e por integrar organização criminosa. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 da SESED, Disque DEICOR (84) 3232-2862 ou do WhatsApp da DEICOR (84) 98135-6796.

  • Polícia Civil prende acusado de explodir bancos e roubar carro-forte, em Parnamirim – RN; outro suspeito foi morto durante a ação policial
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias